Por que os provedores de e-mail têm reconhecimentos diferentes de mensagens de spam?

Os algoritmos exatos que provedores e serviços de e-mail usam são secretos e não são divulgados publicamente. No entanto, sabemos que os filtros de spam verificam:

  • Se o domínio ou IP do remetente está em uma lista negra de uma operadora confiável de listas
  • Se existem domínios em lista negra dentro do conteúdo da mensagem ou no campo de remetente
  • Se o conteúdo da mensagem possui frases suspeitas
  • Se o remetente específico foi sinalizado por alguma spamtrap recentemente
  • Se o remetente específico enviou mensagens para endereços não existentes recentemente
  • Se mensagens semelhantes foram denunciadas como spam por outros usuários recentemente.

Além disso, os provedores verificam as preferências individuais do destinatário, e filtram mensagens que são entregues normalmente para a maioria da lista, devido a
– O destinatário específico marcou mensagens semelhantes como spam anteriormente
– O destinatário específico ignora um remetente (não abre mensagens dele há muito tempo) etc.

Atualmente, cada provedor tem algum tipo de software anti-spam, mas não há um padrão único para todos. É por este motivo que tantas diferenças ocorrem entre os serviços. A mesma mensagem enviada para dois destinatários do mesmo remetente poderá ser entregue adequadamente para um e colocada na pasta de spam para outro. As preferências individuais dos assinantes (com base em suas atividades anteriores) também podem causar este tipo de situação.