Carrinho abandonado

CONVERTA PARA CLIENTES QUEM ABANDONA CARRINHOS E RECONQUISTE SEUS LUCROS.

VOCÊ SABIA?

Todos os dias, dois terços das pessoas que fazem compras on-line desistem de uma compra antes de completá-la.

São muitos clientes em potencial perdidos, e muito lucro não recebido.

Campanhas de e-mail relacionadas ao abandono de carrinhos podem ser exatamente o que você precisa para retomar seu lucro perdido.

Recuperação de carrinho de compras

Com a Automatização de Marketing da GetResponse, você pode facilmente se dirigir àquelas pessoas que não completaram sua compra on-line. Fale com as pessoas que abandonaram carrinhos através de mensagens direcionadas.

Configure qualquer período de tempo para determinar quando o carrinho é considerado abandonado.

Execute uma sequência de e-mails dentro do seu Fluxo de Trabalho de Automatização de Marketing para fazer um follow-up imediato com quem abandona.

Subtraia pontos de classificação de pessoas
que não compram nada por um longo período de tempo.

Atribua tags para compradores inativos ou mova estes contatos para outra campanha de retenção.

Escolha entre uma variedade de Condições, Ações e Filtros para aumentar a eficácia da sua campanha de retenção.

Como funciona?

Iniciamos a contagem de tempo assim que o produto é colocado no carrinho de compras on-line,
e se ele continuar lá após um período especificado de tempo, o carrinho é registrado como abandonado.

Use nossas poderosas integrações de comércio eletrônico para conectar sua loja com a GetResponse e começar a resgatar seus lucros.

Incentive clientes a voltarem ao carrinho e fecharem a compra com templates de automatização completamente customizados, com mensagens de lembrete. Complemente com recomendações de produtos que incentivam os clientes a adicioná-los no carrinho na hora de fechar a compra.

Clientes de comércio eletrônico que que receberam múltiplos e-mails sobre carrinho abandonado têm 2.4 mais chances de finalizar a compra do que aqueles que receberam apenas um e-mail de follow-up. (Fonte: Experian, 2016)

Procurando mais ferramentas para fazer com que seus negócios aumentem?
Confira todos os recursos